Oops! It appears that you have disabled your Javascript. In order for you to see this page as it is meant to appear, we ask that you please re-enable your Javascript!
CrónicasDesporto

Cortinas de fumo, mas nem tanto

Desde que Bruno de Carvalho tomou conta da liderança do Sporting Clube de Portugal por vontade manifesta dos Associados no acto eleitoral claro está, o futebol Português e não só tem passado por vários episódios. Uns mais caricatos, onde o Clube de Alvalade tenta somente fazer esquecer um mau resultado, e outros, onde a razão está toda do lado dos Viscondes.

Um dos temas sobre o qual estou inteiramente de acordo com a Direcção de Bruno de Carvalho prende-se com as tristes e estúpidas manifestações da Claque Benfiquista nos jogos de Futsal e de Futebol que opuseram Leões a Águias.

Não entra na cabeça de nenhum Ser Humano celebrar o aniversário de um dos piores episódios do Futebol Português e Mundial. A morte de um adepto num recinto desportivo, seja ele moderno, ou um buraco cavado numa montanha, que é uma herança do Estado Novo a que apelidamos de Estádio Nacional, é sempre motivo de profunda indignação e reflexão. Nunca de regozijo e provocação. Ainda no mesmo patamar da estupidez, está o gesto da Claque Encarnada de atirar petardos para os adeptos Leoninos.

Ora, na situação descrita em cima, dou toda e qualquer razão aos Comunicados do Sporting CP. E fico sem perceber por que carga de água o Sport Lisboa e Benfica teve o tipo de resposta que teve, perante a estupidez crónica de uma das suas Claques. Ou melhor, perceber até que percebo e percebo também que as Claques em Portugal só serão colocadas no seu devido lugar, quando isto voltar aos tempos dos campos de batalha dos anos 80 e 90.

Já quanto à batalha que a actual Direcção Leonina tem levado a cabo contra os Fundos é uma matéria com a qual estou em profundo desacordo. Alias, olho para esta Guerra de Bruno de Carvalho e rapidamente me vem à memória Dom Quixote e os Moinhos de Vento.

Isto, porque o actual estado da Economia Portuguesa é assustador. A Banca Portuguesa está numa situação precária e vai continuar nesta situação por muitas décadas e o futebol é uma tremenda máquina Capitalista que só se alimenta de dinheiro. Dito de outra forma, os melhores Jogadores só assinam pelos Clubes que tenham possibilidades de lhes pagar os ordenados que exigem e as Competições só se ganham, quando os Clubes contam nas suas fileiras com os melhores Jogadores. Se porventura se acabar com os Fundos, tal como Bruno de Carvalho pretende, em muito pouco tempo o Futebol Português irá ficar ao mesmo nível do Futebol Suíço/Escocês/Holandês e outros que não conseguem ombrear com os Campeonatos, onde Xeques do Petróleo compram Clubes e impõem a suas luxúrias.

O que Bruno de Carvalho realmente quer é libertar o seu Sporting da obrigação de pagar aquilo que pediu emprestado. É certo e sabido que a situação financeira do clube é terrivelmente delicada (para não dizer fatal) graças à gestão pouco clara dos anteriores Presidentes do Clube, daí a bomba de fumo de Bruno de Carvalho. Até, porque a intenção do Presidente dos Leões é perfeitamente possível de ser levada a cabo sem se acabar com os Fundos. Basta que se regule os mesmos, para que se evitem abusos e outras ilegalidades.

Tags
Show More

Pedro Silva

"É preciso provocar sistematicamente confusão. Isso promove a criatividade. Tudo aquilo que é contraditório gera vida." (Salvador Dalí) Crítico, opinativo e com mente aberta. É isto que caracteriza um Cronista.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

Adblock Detected

Please consider supporting us by disabling your ad blocker
%d bloggers like this: