Bem-EstarLifestyle

Coração de Mulher

Vivemos numa sociedade onde se valorizam, frequentemente, as dimensões associadas ao lado masculino, isto é, o poder e a racionalidade. São conceitos que  nem sequer definem um homem, segundo a minha opinião, mas sim que estão associados à própria modernidade e à própria sociedade e  que ressaltam valores que, raramente, coincidem com a autêntica essência humana.

Os homens são muitas vezes encarados como o sexo forte que não detém nenhum tipo de sentimentos. São acusados de ferir os sentimentos e o coração das mulheres, mas a meu ver trata-se única e exclusivamente de uma minoria, que nada tem a ver com essência masculina ou com o facto de serem homens.

Homens e mulheres têm coração, têm sentimentos, valores, crenças que determinam a sua essência e a forma como encaram a vida e consequentemente o sexo oposto.

Nós mulheres acusamos inúmeras vezes os homens de falta de romantismo ou de encanto, mas eu vejo a realidade de uma forma totalmente diferente e acredito que não estou só. Um homem quando se encanta por uma mulher, não pensa em nada, deixa de ser racional e passa a viver com o objectivo de conquistar a Deusa que lhe lançou o feitiço. Já a mulher olha para o homem de forma completamente diferente. A mulher reflete se este será ou não um bom companheiro para apresentar às amigas, avalia a sua forma de vestir, o status e toda uma serie de crenças adquiridas que na realidade actual já não fazem sentido nenhum, mas que ainda predominam.

Ambos os sexos têm coração, contudo ainda há uma magia e diria até, curiosidade acerca do coração feminino.

De que é feito o coração de uma mulher? Como pensa e como sente? Será a sua forma de amar mais sublime?

Respostas nada fáceis, ainda que eu seja mulher. Contudo, o que observo é que ao contrário do que a maioria pensa, no nosso coração não cabem todos os “seres” do mundo. Há um momento na  vida que  sabemos muito bem quem merece estar no nosso coração e quem merece estar fora.

Quando sofremos uma desilusão, muitas vezes vamos ao “fundo do poço” numa tentativa desesperada de encontrar respostas para logo em seguida voltar a emergir. Respiramos fundo e seguimos em frente mesmo com as feridas abertas. Desengane-se quem pensa que a Metamorfose é lenta. Somos rápidas a fazê-lo e entendemos que faz parte do nosso processo.

Quando a desilusão é amorosa sofremos horrores, mas quando voltamos a sentir interesse por um homem, colocamos as armaduras de lado e a entrega volta a ser plena. Acreditamos que para amar em plenitude é preciso silenciar o ego e entregar-nos de alma e coração.

Acredito que é este processo que nos distingue do sexo masculino. Um homem depois de uma desilusão amorosa leva mais tempo para se libertar dos medos e das cicatrizes. Pode envolver-se novamente, mas dificilmente se entrega em pleno. A crença de que o sexo masculino é mais racional vem da dificuldade que o homem tem em se libertar das suas amarras e das dolorosas tatuagens imprimidas na alma e aqui sem dúvida são mais racionais.

Há mulheres que infelizmente se deixam vencer. Há corações que se submetem a relações sem dignidade, por medo de solidão ou até mesmo por receio de julgamento social. Contudo, um coração de uma mulher forte é um coração Guerreiro que aceita a sua essência e que a dignifica. É cheio de intuição e empatia sabendo reconhecer quando alguém está triste mesmo que  veja um sorriso. Antecipa reacções e situações, pois todos nós já ouvimos relatos de mães angustiadas no trabalho que passados dez minutos recebem um contacto telefónico do infantário dizendo que o filho está doente.

Somos mais ligadas ao mundo das emoções e chorar faz parte de nós e são raros os casos em que nos sentimos fracas por o fazer, pois é comum entre nós. Choramos ao ver um pôr do sol, ao ouvir uma música que nos faça sentir ou até porque simplesmente nos apetece chorar. E aqui é caso para dizer “abençoadas hormonas”.

O coração de uma mulher é para mim um jardim de emoções em que as quatro estações do ano estão presentes. Há dias em que o mundo desaba e sentimos a brutalidade de uma tempestade, mas sabemos que logo a seguir o sol volta para brilhar.

É este misto de emoções e sensações que envolvem o nosso coração numa aura de mistério perante o universo masculino. Porém, não adianta querer descobrir ou desmistificar porque esse é um daqueles mistérios que nós mulheres iremos guardar para sempre.

Tags
Show More

Mónica Monteiro

Olá o meu nome é Mónica e sou proprietária de um centro de estética e terapias alternativas. Uma das minhas paixões é a escrita, por isso para mim é um prazer enorme fazer parte desta equipa.

Related Articles

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Adblock Detected

Please consider supporting us by disabling your ad blocker
%d bloggers like this: