SociedadeSociedade

Aprender a viver com TPM

Quando somos pequenas, somos preparadas para sermos mulheres e tudo o que isso implica. E, claro, a menstruação é o tema que nunca falta quando falamos sobre feminilidade.

Crescemos e chegamos à tão aguardada (ou não) fase. “Estás uma mulherzinha” é aquele cliché que todas –ou quase todas- ouvimos. Mas a verdade é que, por mais positivo que seja, não é fácil. A TPM ataca e nem sempre sabemos lidar com ela da melhor forma. Isto porque chegam as cólicas, as dores de tudo e mais alguma coisa, as mudanças de humor e a sensibilidade excessiva. Todos os meses há aquela fase em que nos transformamos completamente, tudo nos irrita ou nos deixa sensível e, em alguns casos, é inevitável pensar “bolas, não quero ter de conviver com isto”. A relação com esta fase da nossa vida nem sempre é fácil, é verdade. Mas a verdade é que, lá no fundo, tudo se trata de uma questão de aprendizagem. Há que aprender a viver com tudo o que o nosso corpo nos dá. E a menstruação vai sempre fazer parte de nós. E ter orgulho em ser mulher é, também, ter orgulho em tudo o que isso implica. Há imensos cuidados que podemos ter para vivermos essa fase da melhor forma possível, métodos que nos deixam mais descontraídas e soluções eficazes. Portanto, não é um bicho de sete cabeças desde que saibamos lidar com o nosso corpo da melhor forma possível.

Penso que a coisa mais importante que podemos fazer para cuidar de nós é ouvir o nosso corpo. E se a menstruação é algo que nos acompanha todos os meses, porque não aprendermos a lidar com ela? É uma aprendizagem contínua em que ouvir o que o nosso corpo nos tenta transmitir é extremamente importante. Se o fizermos vamos, certamente, conviver de forma muito mais saudável com cada característica que a TPM traz aliada a si. E vamos começar a tratar cada sintoma por “tu”.

Uma vez, li uma frase que dizia “namora com alguém que entenda que em dia de TPM és outra pessoa”. Eu prefiro usar essa frase de outra forma: entende que, em dia de TPM, és outra pessoa. Se tu souberes lidar contigo e com todas as tuas emoções vais, certamente, viver muito melhor cada fase que a tua feminilidade te trouxer. E isso só será possível quando te conheceres por completo. A ti e ao teu corpo.

 

 

Show More

Cátia Barbosa

Uma aspirante a jornalista que ama escrever, viajar, e que, acima de tudo, quer ser feliz.

Related Articles

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Adblock Detected

Please consider supporting us by disabling your ad blocker
%d bloggers like this: