Oops! It appears that you have disabled your Javascript. In order for you to see this page as it is meant to appear, we ask that you please re-enable your Javascript!
LifestyleModa

Anos 90: Supermodelos.

Sobre a década de 90 já muito foi dito. Existe inclusivamente um programa dedicado aos 90’s no National Geographic Channel, que aborda uma série de questões, mas neste texto vamos apenas focar-nos no fenómeno que foi a moda e as suas figuras que até hoje existem como uma espécie de lenda e exemplo a seguir. Naomi Campbell, Claudia Schiffer, Linda Evangelista, Cindy Crawford, Karen Mulder, Christy Turlington, Elle MacPherson, Eva Herzigova, and so on. Falar delas é falar de um mundo de glamour, de casamentos com estrelas de Hollywood e de uma época muito difícil de igualar. Cindy Crawford era casada com um dos homens, ainda hoje – e recém-casado – mais cobiçados do mundo: Richard Gere, enquanto Claudia Shiffer tinha uma relação com David Copperfield. Estes são apenas dois exemplos da época onde o Grunge fora das passarelas contrastava com a perfeição das supermodelos.

CG_assupermodelosdosanos90_1

Naomi Campbell

Uma das mais icónicas modelos (e ainda hoje ouvimos falar dela) é Naomi Campbell. Dotada de uma beleza arrasadora a “Deusa de Ébano” foi a modelo negra mais influente nos anos 90. Os seus traços exóticos tornam-na inconfundível.

CG_assupermodelosdosanos90_2

Claudia Schiffer

Claudia Schiffer via frequentemente associada à sua imagem as semelhanças com Brigitte Bardout e esse factor ajudou a catapulta-la para a fama. A sua beleza “fria” e a sua versatilidade enquanto modelo tornaram-a também num marco no mundo da Moda. Desfilou para marcas como Chanel e Guess e hoje podemos vê-la em anúncios da Opel, sobre o mote “It’s a German”. Claudia é a embaixadora da marca na Europa e a campanha, segundo Tina Muller – Chief Marketing Officer da Opel -, está a ser um sucesso.

Claudia Schiffer (2)

Linda Evangelista

“Não me levanto da cama por menos de 10.000 dólares.” Uma das frases que ficou famosa nos anos 90 e que pertence a Linda Evangelista, no auge da sua carreira. Esta frase exemplifica na íntegra o “fenómeno” das supermodelos naquela altura. Linda entrou em dois videoclipes de George Michael e fez parte de algumas campanhas de angariação de fundos. Entre as causas que mais apoia (ou apoiou), a pesquisa para a cura e prevenção do cancro da mama e da SIDA são as suas de eleição. Trabalhou para marcas como Yves San Laurant, Versace, Chanel, Dior, Ralph Lauren e Calvin Klein. Actualmente, apenas desfila por convite, não fazendo da passarela o seu modo de vida como outrora.

CG_assupermodelosdosanos90_4

Elle MacPherson

Elle MacPherson The Body. Elle, mesmo aos 50 anos, continua fabulosa e com um físico absolutamente irrepreensível. Foi exactamente o seu “ar saudável” e atlético que a tornaram no fenómeno que ainda hoje é. Até há bem pouco tempo, podíamos vê-la no programa televisivo Britain and Ireland’s Next Top Model, onde foi júri e apresentadora.

CG_assupermodelosdosanos90_5

Karen Mulder

Apesar do tamanho sucesso que atingiu, esta modelo também teve uma queda vertiginosa. A holandesa que despertou para o mundo da Moda ao participar no concurso The Look Of the Year, onde ganhou o primeiro lugar aos 17 anos, acabou por terminar internada num hospital psiquiátrico anos depois, devido a alegados abusos sexuais e problemas com droga. Representou marcas como Chanel, Versace, Escada, Valentino e Dior, mas deu como terminada a sua carreira de modelo em 2000.

CG_assupermodelosdosanos90_6

Christy Turlington

Uma modelo cujo olhar conseguia ser transcendente. Uma das marcas com as quais trabalhou foi a Calvin Klein, é aliás um dos ícones da própria marca, representando a marca de perfumes desde 1987. A modelo, agora com 46 anos, fez algumas aparições em filmes sobre a indústria da Moda e ainda hoje é de uma beleza única. Actualmente, desenvolve actividades numa ONG (criada por si) – Every Mother Counts -, que tem como objectivo apoiar mulheres grávidas . Mãe de dois filhos e modelo. É este o “mote” que utiliza para se descrever tanto na sua página de Facebook como no Instagram.

CG_assupermodelosdosanos90_7

Poderia completar este texto e falar-vos de Eva Herzigova, Kate Moss… Mas não pretendo torna-lo num conjunto de meras descrições deste tipo de mulher-ícone, que perdura no tempo. Hoje em dia, a Moda faz-se de forma diferente e, portanto, elas foram, são e, com certeza, serão sempre eternas divas.

Tags
Show More

Clara Gil

Marketeer, posso ser ? Sempre à procura do porquê do porquê. Eterna insatisfeita com a resposta de sim ou não. Curiosa por natureza. That's me.

Related Articles

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

Adblock Detected

Please consider supporting us by disabling your ad blocker
%d bloggers like this: