AmbienteCiências e Tecnologia

Animais em vias de extinção: Tigre de Bengala

Trezentos quilos, um metro de altura e quase 3 de comprimento. O tigre de bengala está em vias de extinção, devido à destruição do seu habitat natural e à caça desta espécie.

O tigre de bengala, um dos maiores felinos do planeta, é a espécie que corre maior risco de extinção. Em 2008, existiam apenas 500 animais desta espécie.

O homem tem contribuído para o seu desaparecimento, sendo, sobretudo, caçado pelas populações que receiam os constantes ataques feitos pelos tigres.

A extinção das espécies não é estranha, não se trata de um fenómeno desconhecido da população. Pelo contrário, tem vindo cada vez mais a ser falado, sobretudo, pelo tema agora tão debatido das alterações climáticas.

E são várias as espécies que estão ameaçadas. Numa investigação que contou com 43 especialidades internacionais em vida selvagem, estimou-se que mais de metade dos maiores animais do planeta poderão estar extintos em menos de um século.

Muitas das espécies poderão vir a fazer parte apenas da história se nada for feito para salvar as espécies em risco no nosso planeta. Até 2100 estarão extintas, se não se agir.

Também na BioScience foram publicados resultados alarmantes, onde se estima que cerca de 59% dos grandes carnívoros e 60% dos grandes herbívoros poderão desaparecer. Os dados são preocupantes.

“Quanto mais observo as tendências com os maiores mamíferos terrestres do mundo, mais preocupado fico por podermos perder estes animais, num momento em que a ciência está a descobrir como são importantes para os ecossistemas e que serviço prestam aos seres humanos. É hora de pensar bem na conservação destes animais, porque a diminuição do número e locais do seu habitat está a acontecer de forma muito rápida”, diz William Ripple, ecologista da Universidade Estatal de Oregon, nos EUA.

Tags
Show More

Rita Nunes Ferreira

Licenciada em Comunicação Social e pós-graduada em Estudos Europeus nasci neste mundo onde tudo/quase tudo se traduz em formas de comunicar. Tenho uma paixão nata pela escrita e um soberbo gosto pelo jornalismo em áreas diversas – lifestyle, sociedade, direitos humanos, política, assuntos europeus. Tendo sido ou não talhada para esta azáfama constante não existe o que possa demover. Todos os dias se justifica acordar e escrever mais um “bocado”.

Related Articles

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Adblock Detected

Please consider supporting us by disabling your ad blocker
%d bloggers like this: