AmbienteCiências e Tecnologia

Animais em vias de extinção: Pinguim Imperador

O Pinguim-imperador é um dos muitos animais em vias de extinção e a expectativa é que exista uma redução de 6 mil para 400 casais de pinguins até 2100, conclui um estudo franco-americano que analisou diferentes modelos do Painel Intergovernamental para Mudanças Climáticas (IPCC).

Esta espécie corre o risco de não sobreviver aos efeitos do aquecimento global, segundo a previsão drástica de degelo até 2100.

O derretimento da camada de gelo do oceano Antártico poderá reduzir drasticamente as populações de pinguins-imperadores. As camadas de gelo do oceano Antártico são fundamentais para a sua reprodução, alimentação e formação de colónias, pelo que, derretendo, fará com que esta espécie desapareça.

Existe solução?

Os autores do estudo franco-americano acreditam que uma adaptação desta espécie a um novo clima permita a continuidade da espécie, mas seria difícil, uma vez que o clima está a mudar demasiado rápido.

Em declarações ao jornal The Guardian, Hal Caswell, um dos autores do estudo, garante que “a população está em declínio”. A espécie é ameaçada, sobretudo, pelas mudanças climáticas, pelo degelo e não pela cadeia alimentar, como seria de esperar. As pesquisas apontam para a extinção das 45 colónias de Pinguins Imperador até 2100, sendo a região mais afetada a do oceano índico.

De forma a tornar o cenário menos aterrador, investigadores sugerem que sejam tomadas medidas urgentes, mas que serão apenas provisórias, como a criação de novas áreas de proteção onde os pinguins possam permanecer para a captura de alimentos. A solução efetiva passa por aplicar medidas que reduzam substancialmente os gases de efeitos de estufa e esse deverá ser um esforço conjunto.

O Pinguim-Imperador juntou-se ao urso polar e a tantos outros animais também em vias de extinção.

Tags
Show More

Rita Nunes Ferreira

Licenciada em Comunicação Social e pós-graduada em Estudos Europeus nasci neste mundo onde tudo/quase tudo se traduz em formas de comunicar. Tenho uma paixão nata pela escrita e um soberbo gosto pelo jornalismo em áreas diversas – lifestyle, sociedade, direitos humanos, política, assuntos europeus. Tendo sido ou não talhada para esta azáfama constante não existe o que possa demover. Todos os dias se justifica acordar e escrever mais um “bocado”.

Related Articles

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Adblock Detected

Please consider supporting us by disabling your ad blocker
%d bloggers like this: