Oops! It appears that you have disabled your Javascript. In order for you to see this page as it is meant to appear, we ask that you please re-enable your Javascript!
EducaçãoSociedade

Acabei o curso – e agora?

Quem nunca se perguntou e teve até este «período» de impasse intelectual sobre o que deve fazer após a conclusão da licenciatura?

A necessidade de uma componente mais prática de uma licenciatura aflige os estudantes. Com um mercado de trabalho cada vez mais competitivo e com a sucessiva abertura de portas para o mundo empresarial, sair de uma licenciatura sem uma visão clara, ou pelo menos ao de leve, daquilo que se exige de um futuro licenciado num meio competitivo, é uma falha preocupante e que preocupa e deve preocupar todos os estudantes nessa situação.

Saímos de uma licenciatura sem qualquer tipo de perspectiva daquilo que nos vai ser exigido no futuro. É muito bonito dissecar a teoria e todas as assunções e factos consumados que a teoria envolve, mas sem uma perspectiva mais prática, que devia ser cultivada ao longo de toda a licenciatura, saímos daqui um pouco perdidos na verdade.

Ao chegar ao terceiro ano (em alguns casos, um pouco depois), sentimos que estamos a traçar o nosso próprio caminho finalmente, através da possibilidade mais arbitrária de compor o nosso plano curricular com aquilo que nos preenche mais. Aí começamos a sentir, ainda que tardio, que nos vai sendo dada, finalmente, uma escolha.

Todos nós, durante a nossa vida e para atingirmos aquilo que realmente ambicionamos, precisamos com urgência de sentir o direito de poder escolher aquilo que vai de encontro aos nossos princípios e ambições. Não queremos sair formatados como tantos outros, queremos sair daqui com um pensamento crítico que nos leve ao sucesso – porque o mundo não nos vai dar tudo de bandeja, vamos ter de ser nós a lutar e a cultivar incessantemente uma atitude de perseverança, para deste modo podermos chegar lá.

É claro que quem sente falta acabará por procurar e tem obviamente que partir do aluno essa autonomia de ir em busca das suas necessidades… mas, indiscutivelmente, todos nós ganharíamos mais (universidade, alunos, professores) se o espírito académico fosse direccionado para o saber fazer.

Se fosse possível, e é, conseguir dar-nos um complemento e uma dualidade perfeita entre a teoria e a prática, certamente sairíamos da universidade com a confiança, com o preenchimento suficiente para chegarmos a uma empresa com todas as ferramentas necessárias para ingressar num percurso que tem, ou devia, ser o nosso por direito.

Assim, o que há a reter é: estamos aqui para trabalhar e para mostrar ao mundo todo o nosso talento. Porém, se a universidade nos conseguisse orientar, desde cedo, para aquilo que não se pode ensinar, mas que se pode certamente aprender, que são as chamadas soft skills, que uma licenciatura actual por si só não nos consegue dar na medida necessária, tudo poderia ser bem diferente e certamente muito mais bonito e empolgante.

“A nossa vida é toda ela feita de acasos. Mas é o que em nós há de necessário que lhes há-de dar um sentido.”

                                                                                                                                              – Vergílio Ferreira

Tags

Tiago Ferreira

Um jovem sonhador, com uma atitude sagaz e espírito crítico, que gosta de estar a par da actualidade e de, sobretudo, questionar as entrelinhas. Centrando-me no essencial, gosto de acrescentar uma visão muito pessoal às coisas e de, acima de tudo, partilhar a minha verdade. Apaixonado por cinema, devoro literatura — sobretudo fragmentos e poesia —, e a escrita é a paixão primordial desde sempre. O grande desígnio passa por fazer a diferença no mundo através da sensibilidade e humanidade que fazem de mim um poeta da simplicidade.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

Back to top button

Adblock Detected

Please consider supporting us by disabling your ad blocker
%d bloggers like this: