PersonalidadesSociedade

A Felicidade de Felicity Jones

Britânica, com um forte sotaque, de olhos verdes brilhantes e sorriso que se destaca, assim é Felicity Jones. Provavelmente, não a conhecias antes do filme A Teoria de Tudo” (2014), onde interpreta a ex-esposa de Stephen Hawking, Jane Hawking. Ou então és mais familiarizado com actriz no filme “Rogue One: Uma História de Star Wars”, onde interpreta a protagonista, Jyn Erso. A verdade é que Felicity Jones já anda pelo mundo da representação desde os 12 anos. Afinal como a própria afirmou numa entrevista ao The Guardian, sempre foi algo que queria fazer. “A minha profissão, é um chamamento, tal como ser freira“, afirma.

A actriz nasceu a 17 de outubro de 1983, em Birmingham. Os seus pais divorciaram-se quando tinha três e desde então foi criada com a sua mãe. Precocemente começou na representação. Muito por culpa do seu tio, que era ator. Depois de ser a escolhida num concurso escolar, conseguiu uma participação no filme “The Treasure Seekers” (1998). No mesmo ano, entrava para o elenco da série juvenil “The Worst Witch”, muito conhecida no Reino Unido. Desistiu após o primeiro ano, devido às saudades que tinha de casa. Continuou os seus estudos em duas escolas exclusivamente para raparigas. Após o ensino secundário optou por tirar um Gap Year, mas o “bichinho” da representação estava consigo. Aproveitou essa oportunidade e continuou com a carreira de atriz, quando entrou na série da BBC, “The Servants” (2003). Conseguiu entrada em Wadham College da Universidade de Oxford, onde escolheu o curso de língua inglesa. Não esquecendo da sua formação, inscreveu-se no curso de teatro.

Apesar de não desistir de ser atriz, Felicity não conseguia papéis de destaque. A sua idade jovem, impossibilitava a grandes distinções. A sua oportunidade aconteceu no Festival de Cinema Sundance, com o filme “Like Crazy” (2011) ao lado de Anton Yelchin e Jennifer Lawrence. Nas gravações era a própria atriz que se maquilhava e os diálogos eram todos improvisados. O filme de muito curto orçamento recebeu largos elogios pela crítica. Com este papel, Felicity ganhou vários prémios: Actriz Revelação e prémio do júri do Festival de Cinema de Sundance. Começou a ter mais destaque e mais ofertas começaram a aparecer. Directores e produtores queriam conhece-la, incluindo Woody Allen, e marcas de alto gabarito queriam a sua imagem nas campanhas. Estava lançada no caminho ilustre da fama. Após outras participações, conseguiu ser reconhecida internacional quando interpretou Jane Hawking, no filme “A Teoria de Tudo”, ao lado de Eddie Redmayne. A nomeação para o Óscar não lhe escapou nesse ano. Não ganhou, mas o reconhecimento já ninguém lhe tira.

Todos a querem. Os seus projetos cinematográficos variam entre a fantasia – “Sete minutos depois da meia-noite“, drama – “Inferno” e ação – “Collide – A Alta Velocidade“. Pode dizer-se que é uma actriz com várias valências. Com uma carreira estabilizada e dedicada à família. Aos 33 anos anunciou o seu noivado com Charles Guard, realizador e produtor. Felicity Jones mantém sempre a cabeça em cima dos ombros e está a viver momentos de felicidade.

Tags
Show More

Célia Paula

Licenciada em Ciências da Comunicação, adoro escrever e ler. Sou lontra de sofá, amante de filmes e séries de televisão, vejo tudo o que que posso. Aprendiz de geek, vivo num mundo de fantasia. Adoro a vida, e ainda há tanto para descobrir.

Related Articles

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Adblock Detected

Please consider supporting us by disabling your ad blocker
%d bloggers like this: