Oops! It appears that you have disabled your Javascript. In order for you to see this page as it is meant to appear, we ask that you please re-enable your Javascript!
CrónicasLifestyleModa

A Crónica da Lili: KKW Body Kimoji + Body Shaming às Amigas de Chiara Ferragni + Tendência do Vajazzle

Senhoras e senhores, sejam bem-vindos à Crónica da Lili.

Com o Verão, a praia substitui o escritório e os dias de maresia tornam-se numa rotina. Julho e, em especial, Agosto são os meses em que ficamos ora de “papo para o ar” na areia, ora de “molho” a refrescar. O mundo fica em stand by e durante estas semanas não há grandes acontecimentos na agenda noticiosa. E, por isso, tomei a opção editorial de trazer para a discussão o universo ultra-fabulous (or not) da beleza. Os novos perfumes da Kim Kardashian, o episódio de body shaming às amigas de Chiara Ferragni e a tendência vajazzle são o recheio que compõe a crónica deste mês. E então, captei a vossa atenção?

Da app para o nosso corpo, Kim Kardashian lança KKW Body Kimoji 

Se há alguém que se encosta à sombra da bananeira, essa pessoa não é Kim Kardashian West. Para além de ser uma aclamada influencer, é também modelo e empresária.

No mundo dos negócios, Kim tem dado frutos. E que frutos. Os seus produtos de maquilhagem já conquistaram meio mundo e a sua linha de perfumaria vai pelo mesmo caminho – Boss Woman no seu esplendor. A máquina Kim Kardashian está sempre em movimento. Não há “tempos mortos”. É novidade atrás de novidade. E assim foi.

No mês de julho, Msr. West acrescentou mais três perfumes à sua marca KKW Body inspirados na sua aplicação Kimoji. Kimoji Vibes, Kimoji Peachy e Kimoji Cherry já são um sucesso. As fragrâncias, que têm cheiro a fruta, são a opção perfeita para a estação quente. Mais uma vez, Kim acertou em cheio. Numa escala de 0 a 20, leva o máximo da pontuação no que toca à embalagem. E pelas reviews que já li, o interior é tão extraordinário como o seu exterior. A match made in heaven – não, este conteúdo não é patrocinado, mas bem que podia ser. Ser agraciada com KKW Body Kimoji? Era o histerismo total.

Podes encontrar KKW Body Kimoji à venda em www.kkwfragrance.com
Podes encontrar KKW Body Kimoji à venda em www.kkwfragrance.com

Body Shaming, you suck

Chiara Ferragni está noiva. E para a sua inesquecível despedida de solteira, voou até à famosa ilha de Ibiza para se divertir “à grande e à francesa” com as suas BFF’s – jealous ao mais alto nível. A partilha nas redes sociais, mais propriamente no Instagram, foi uma constante. Fotos a jantar, na piscina, a andar de barco, dos looks, ou seja, de tudo e mais alguma coisa que seja instangramável – pff, tudo feio, tudo horrível, tudo desnecessário. O que Chiara e as suas amigas não esperavam era de se verem envolvidas no meio de uma polémica de body shaming provocada pelos comentários nada simpáticos do jornal italiano “Corriere della Sera”.

“Chiara Ferragni, o seu cabelo rosa e as suas amigas ‘sósias’ (redondas e felizes)” é o título da notícia que incendiou a discussão nas redes sociais e que despertou o ódio contra o maior jornal de Itália. Body shaming insere-se na família de palavras que me faz arrepiar. Fazer observações sobre o corpo de outra pessoa é faltar ao respeito, é ser-se incorreto e mal-educado.

Body shaming é preocupante. E body shaming na comunicação social é preocupante a dobrar por duas razões. Primeiro, está-se a produzir conteúdo sem qualquer tipo de objetividade jornalística. Segundo, está-se a produzir conteúdo para um público alargado de pessoas que podem não saber distinguir o que são ou não fake news, podem deixar-se influenciar pelo que leem. Queridos jornalistas, para a próxima não ponham a “pata na poça”. O conselho está dado.

A fotografia que despoletou o episódio de body shaming e a resposta de uma das minhas de Chiara Ferragni
A fotografia que despoletou o episódio de body shaming e a resposta de uma das minhas de Chiara Ferragni

És corajosa o suficiente para aderires ao vajazzle?

Quando queremos ser criativos, somos capazes de fazer tudo. Quando digo tudo, é mesmo tudo. Anda por aí a moda do vajazzle, a decoração da zona púbica com cristais ou glitter. Se pintamos as unhas, colocamos pestanas postiças e aplicamos extensões de cabelo, porque não decoramos a nossa “Maria Francisca”? – sim, eu trato a minha por “Maria Francisca”.

A aplicação do vajazzle demora no máximo 15 minutos e requer alguma experiência, pois a zona é delicada. A sua duração é entre 7 e 10 dias e, segundo os especialistas nesta matéria, não se deve aplicar creme na região. Se algum brilhante sair do sítio, é voltar a colar com a famosa cola de pestanas. E voilá!

Se recuarmos no tempo, há 50 anos o que era bonito era um tufo bem composto. Hoje em dia, é a depilação que está a dar. E será que daqui a uns anos é o vajazzle que nós queremos? A pergunta fica no ar.

Vajazzle a ser aplicado na zona púbica
Vajazzle a ser aplicado na zona púbica

Por hoje é tudo. Volto daqui a umas semanas para vos trazer novos e interessantes conteúdos. Enjoy the summer.

Xoxo,
Lili

Show More

Liliana Pedro

Estudante de jornalismo, fashion lover e sonhadora nas horas vagas. "Tudo é considerado impossível até acontecer" - Nelson Mandela

Related Articles

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

Check Also

Close

Adblock Detected

Please consider supporting us by disabling your ad blocker
%d bloggers like this: