Oops! It appears that you have disabled your Javascript. In order for you to see this page as it is meant to appear, we ask that you please re-enable your Javascript!
Bem-EstarLifestyle

A Chave da Inspiração

Durante o processo criativo em que ideias têm que surgir, ou durante o nosso caminho para atingir um objetivo em que a motivação e a força de vontade não nos podem falhar, damos por nós a sentir uma enorme vontade de desistir. Ficamos sem ideias e a desmotivação vai-se acumulando em cada um dos nosso pensamentos. Aquela voz interior tenta mostrar-nos como há caminhos mais fáceis que nos levam a esquecer o que sempre quisemos e substitui-lo por algo que não requer praticamente esforço nenhum da nossa parte.

Nesse momento em que percebemos o quão longe estamos, é na verdade o momento perfeito para mudarmos a nossa perspetiva. Uma pequena atitude pode mostrar-nos que não estamos tão longe como nos temos vindo a convencer. Não estamos paralisados, não temos nenhum bloqueio criativo ou uma força de vontade nula.

E é tão simples e óbvio, que tantas vezes ignoramos. Uma pequena ação em direção ao caminho que desejávamos, mas consideramos tão afastado de nós, é o passo perfeito para mudarmos a nossa perceção e para percebermos que a nossa mente nos estava a pregar uma partida. Ainda que na nossa cabeça compliquemos esse passo tão simples, não há nada como começar.

É óbvio que não basta uma pequena ação para termos sucesso, mas é esse ponto de viragem na nossa mente que restaura a motivação e dá energia às nossas convicções, levando-nos a voltar a perceber as reais razões por trás daquele desejo e a aumentar gradualmente a motivação e a inspiração.

Compreendemos que é possível ultrapassar limitações que criamos para nós próprios, que não estamos sempre inspirados e que há alturas em que podemos descansar.

No entanto, compreendemos também que estar motivado é estar ativo. É agir e perceber que depois de o fazermos, a nossa mente não servirá apenas como parte crítica no nosso trabalho, mas como um grande auxílio, poque é aí que percebemos efetivamente o nosso potencial.

É continuando a agir mesmo quando não nos sentimos preparados, motivados ou inspirados que nos mostra que a motivação e a inspiração se ganham no caminho. Não é algo pelo qual devemos esperar, mas sim um sentimento que precisa de ser desencadeado, algo que só as ações na direção que tanto queremos conseguem fazer.

Tags
Show More

Beatriz Guerra

Apaixonada por escrever, ler e viajar. Adoro ouvir histórias de vida e histórias de sucesso. Interesso-me, igualmente, por temas como: bem-estar e estilos de vida, desenvolvimento pessoal, viagens, cultura, idiomas e sociedade.

Related Articles

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

Adblock Detected

Please consider supporting us by disabling your ad blocker
%d bloggers like this: