HistóriaSociedade

A carta de Charlotte Brontë

Uma carta da escritora Charlotte Brontë para um seu leitor foi vendida, em leilão, por 24 mil libras. O máximo esperado era de 12 mil libras, mas, durante o leilão, que teve lugar em Edimburgo, esse valor duplicou, tendo sido comprada por um comprador anónimo.

A carta data de 19 de Janeiro de 1853, dois anos da morte de Charlotte, e na qual esta agradece a David Waldie, farmacêutico e morador em Linlithgow, West Lothian, pelas palavras que este lhe dirigira, a propósito da publicação de Jane Eyre, em 1847, sob o pseudónimo de Currer Bell. Na sua resposta, Brontë escreveu: “A maior gratificação que um autor pode receber pelo seu trabalho é, claro está, o afecto sincero dos seus leitores (…) Ficarei igualmente satisfeita, se um futuro trabalho meu lhe der tanto prazer quanto teve com Jane Eyre”.

Cathy Marsden, especialista de livros na leiloeira Lyon & Turnbull afirma que houve um grande interesse na carta, sobretudo, pela cobertura mediática que houve e também por ter suscitado o interesse do público. Deste leilão, fez também parte uma primeira edição muito rara de A riqueza das Nações, de Adam Smith, avaliada em cinquenta mil libras.

Charlotte Brontë foi a mais velha de três irmãs, sobreviventes à idade adulta, filhas de Maria Branwell e Patrick Brontë, um pastor anglicano de origem irlandesa. Após a morte da mãe, aos cinco anos, Charlotte e as irmãs foram educadas pela tia materna e, mais tarde, enviadas para um colégio.

As irmãs Brontë
As irmãs Brontë

Foi professora, tendo exercido essa profissão em Bruxelas, juntamente com a irmã Emily. A partir de 1846, publica, juntamente com essa irmã e Anne, um livro de poemas, publicados às suas expensas, embora sob um pseudónimo masculino. Em 1847, sairiam das suas mãos dois romances – Jane Eyre, escrito por Charlotte, e O Monte dos Vendavais, por Emily. No ano seguinte, esta faleceria, vítima de tuberculose, seguindo-se a irmã mais nova, Anne. Charlotte acabaria por casar em 1854 com Arthur Bell Nicholls, mas acabaria igualmente por falecer pouco tempo depois, estando então grávida do seu primeiro filho, que com ela morreria.

Apesar da pouca produção literária das irmãs, os seus romances tornar-se-iam marcos incontornáveis da literatura inglesa de todos os tempos.

Tags
Show More

Pedro Urbano

Nasceu em Lisboa em 1979, tendo frequentado o antigo Liceu de Setúbal. Licenciou-se em História pela Faculdade de Ciências Sociais e Humanas da Universidade Nova de Lisboa e é actualmente doutorado em História pela mesma Universidade, onde também concluiu o mestrado em História Contemporânea.

Related Articles

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Adblock Detected

Please consider supporting us by disabling your ad blocker
%d bloggers like this: