Oops! It appears that you have disabled your Javascript. In order for you to see this page as it is meant to appear, we ask that you please re-enable your Javascript!
CrónicasEducação

5 Bons motivos para introduzir a escrita criativa na infância (e não só)

A escrita criativa surge associada a uma série de preconceitos, por exemplo, o de que apenas os autores necessitam de a desenvolver, ou de que é uma atividade aborrecida para as crianças. Estas crenças limitadoras constituem um entrave no que respeita ao nosso dever enquanto educadores – seja em ambiente escolar ou familiar – de fornecer às nossas crianças ferramentas importantes para o desenvolvimento de valiosas competências pessoais, escolares e, mais tarde, laborais.

Não é estranho que alguns conceitos, que há alguns anos eram pura ficção, se alinhem num horizonte cada vez mais próximo. A inteligência artificial não tardará a substituir a inteligência humana. No entanto, é importante frisar que dificilmente a IA poderá substituir a criatividade inerente à nossa essência não programável.

A verdade é que a criatividade é inata e isso é fácil de constatar durante a infância. Nenhuma criança até aos cinco anos tem de falta de criatividade. Se no final da infância esta sofre um acentuado decréscimo, atingindo o mínimo na idade adulta, isso acontece devido aos bloqueios que o subconsciente vai impondo. O medo do ridículo, a rotina e o stresse, são os vilões que nos afastam de uma competência que se encontra em ascendente valorização no mundo laboral.

Acredito que, até este ponto, todos entendemos e aceitamos a importância de estimularmos e encontrarmos formas de manter a criatividade de boa saúde. Mas, porquê a escrita criativa?

Dou-te cinco bons motivos:

1 – É uma das formas mais comuns e acessíveis de deixar fluir o nosso lado mais criativo.

Um papel e uma caneta, ou mesmo as notas do telemóvel, estão sempre à mão. A par do desenho, não existe nada mais prático do que utilizar a escrita para expressar os devaneios criativos.

2 – Melhora a escrita e a leitura.

Se há uma forma de melhorar uma competência, é pela prática. E sim, a escrita criativa pode ser treinada e até transformar uma criança num futuro grande escritor. Se assim não for, vale a pena aprimorar as tarefas escolares e, futuramente, profissionais, com uma escrita e leitura cuidadas, com menos erros gramaticais e de sintaxe.

3 – Aumenta a apetência e o sentido crítico no que toca à literatura.

Quanto mais se exercita a escrita criativa, maior a conexão com a profundidade da escrita. A criança vai aprender a separar o profundo do superficial, ou seja, o trigo do joio. Ter sentido crítico sobre o que se lê é uma mais-valia na construção da personalidade.

4 – Melhora a autoestima.

É muito provável que com o tempo, venhas a surpreender-te com o aumento na autoestima do teu filho. O treino, a persistência e os resultados vão fazê-lo entender que pode chegar onde quer.

5 – É terapêutica.

Se nunca pensaste nisto, os diários não existem por acaso. Todas as crianças devem ser estimuladas a ter um diário, especialmente aquelas que têm mais dificuldade em exteriorizar emoções. Escrever sobre uma preocupação diminui a sua carga negativa.

Se ainda não estás convencido, no próximo artigo partilho contigo cinco formas divertidas de introduzir a escrita criativa nas atividades infantis.

Lara Barradas

Vivo com os pés na terra, a cabeça na lua. As palavras correm-me nas veias, pulsantes de emoções e ansiosas por se despenharem sobre uma folha branca. Tentam, desesperadamente, definir o indefinivel: eu.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

Check Also

Close
Back to top button

Adblock Detected

Please consider supporting us by disabling your ad blocker
%d bloggers like this: