CulturaMúsica

O que tem de especial Erykah Badu?

Erykah Badu é o nome artístico de Erica Abi Wright e é também sinónimo de bom Jazz, Soul e R&B. Como todos os grandes nomes da música, a vocação revelou-se ainda em criança, quando aos 4 anos actuou numa peça de teatro, com a sua mãe, a actriz Kollen Wright. Erykah cresceu no meio artístico, numa década onde a cultura Hip Hop e R&B estavam na moda e facilmente esta cultura se tornou referência para a cantora.

Do anonimato à fama, rapidamente se destacou no panorama musical, com o seu primeiro disco, composto por ela. Baduizm foi o trabalho que a lançou não só para o estrelato, mas para a segunda posição do Billboard, em 1997. Nesse mesmo ano, Erykah ganhou os prémios de melhor álbum e melhor voz na categoria de R&B, o que fez com que todas as atenções se centrassem nela.

“Rainha do Neo-Soul” – foi assim que a chamaram. A popularidade foi imediata, derivado à voz inconfundível e que a torna única, num verdadeiro ícone do estilo. Uma das maiores formas de elogio é a comparar-se o trabalho que se tem com o de alguém que é referência na área e, durante anos, Erykah Badu foi constantemente comparada com Billie Holiday, uma senhora no mundo do Jazz. Como se já não bastasse tamanha responsabilidade, a crítica ainda a salientou como responsável pela reinvenção do Soul. As acusações sempre foram severas mas, hoje em dia, difícil é falar sobre R&B, ou Soul, sem mencionar o seu nome.

É isto que ela tem de tão especial porque, além de cantora, é produtora, escreve as suas próprias músicas, teve ainda algumas participações como actriz e é activista, em causas humanitárias. No meio de todos estes papéis, é ainda mãe, aquele que desempenha com maior dedicação e que tem escolhido, em detrimento da sua profissão. Apesar de já há algum tempo que o seu nome não se faz ecoar no mundo dos discos, a cantora está a preparar o seu 6º álbum. Enquanto este não é lançado, podemos sempre recordar alguns êxitos, para não esquecermos esta “Rainha do Neo-Soul” tão especial.

Tags
Show More

Sara Pereira

O que me define não é a formação académica ou estudos complementares. Sou isto: nem mais nem menos que alguém, mas ninguém é igual a mim. Sou única, com os meus defeitos e virtudes. Sou complexa e simples ao mesmo tempo. Por vezes complexa nas alturas em que deveria ser simples, nunca ocorre no tempo certo ou na medida exacta. Sou descomedida na medida do equilibrado. Sinto muito mas esqueço depressa. Apaixono-me constantemente pela paixão e sofro desilusões assolapadas. Cada dia, mais que em qualquer outro tempo, tento equacionar que não é nem será a ultima vez que as sofro e assim aprendo a senti-las menos. Sou sonhadora e vivo a sonhar com um mundo que seja um lugar melhor para nós. Gosto de viver alienada desta dita realidade que me rodeia, para não sabotar quem sou. Sou uma alma em constante desconstrução para que me possa continuar a construir. Tenho eternas perguntas que nunca serão respondidas. Gosto de escrever. O que me falta na comunicação verbal, compenso na escrita. Gosto da fluidez das palavras, do peso que podem adquirir, da maneira como podem tocar, do significado escondido que podem ter. Para além do que dizes ser óbvio há sempre mais, se escolheres ler-me. E quando verdadeiramente me lês, sou isto: nem mais nem menos, mas feliz por ser assim.

Related Articles

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

Check Also

Close

Adblock Detected

Please consider supporting us by disabling your ad blocker
%d bloggers like this: